• (51)98448-0751 / (51)3273-0751
  • contato@evertonlopes.com.br

Quais são as suas AFLIÇÕES FINANCEIRAS

  1. Artigos
  2. Quais são as suas AFLIÇÕES FINANCEIRAS
Quais são as suas AFLIÇÕES FINANCEIRAS

QUAIS SÃO AS AFLIÇÕES FINANCEIRAS AO LONGO DE NOSSAS VIDAS.
A Raiz do problema passa pelo seu relacionamento que temos com o dinheiro.
Ganhar, poupar, gastar e investir – como nos comportamos quando o assunto é dinheiro. E você como se relaciona com o seu dinheiro?
Por necessidade ou desejo? Realização ou dependência? Sustentação ou ostentação?
O que determina a nossa percepção e o nosso nível de satisfação? Nossa sensação de contentamento sofre forte influência da nossa tendência à comparação.
Se compararmos nossa situação atual com nosso passado e concluímos que estamos em melhor situação, sentimo-nos felizes. Também olhamos a nossa volta e nos comparamos com os outros. Por maior que seja nossa renda, nossa tendência é sentir insatisfação se nosso vizinho estiver ganhando mais.
Não mesmo? Se você não é assim, tenho certeza que conhece alguém que pensa deste jeito.
Logo, pode-se ver como nosso sentimento de satisfação com a vida muitas vezes depende da pessoa com quem estamos nos comparando.
A comparação constante vai além da renda, nos comparamos com quem é mais inteligente mais bonito ou mais bem-sucedido do que nós também costumamos gerar inveja, frustração e até mesmo infelicidade.
No entanto, podemos usar esse mesmo princípio de modo positivo. Podemos aumentar nossa sensação de satisfação com a vida comparando-nos com os que são menos afortunados do que nós e refletindo sobre tudo o que temos.
Quando você souber responder quais são as maneiras nas quais vocês lidam com o seu dinheiro, poderão começar a identificar quais são as razões que levam as suas verdadeiras AFLIÇÕES financeiras, que tomam conta de seus pensamentos e tiram muitas vezes até mesmo o seu sono. Pare de dormir sonhando com CARNEZINHOS E PASSE A SONHAR COM CARNEIRINHOS!
Aprenda de uma vez por todas que você precisa viver a sua realidade financeira, que limite de cartões de crédito (um excelente instrumento de crédito – se souber usar) e do cheque especial (que só deve ser usado nas emergências quando ainda não se tem uma reserva financeira para imprevistos) e que não são partes integrantes de sua renda.
Ou seja, por exemplo, se você ganha R$ 5 Mil mensais, tem um limite no seu cartão de crédito de R$ 5 Mil e um limite no cheque especial de também R$ 5 mil – VOCÊ NÃO GANHA R$ 15 MIL.
Ao Sair às compras compre o que precisa, quando precisa e não só porque está na promoção.
Vocês sabem qual a definição de status para muita gente?
“Comprar o que não precisa, com o dinheiro que não tem, para mostrar, normalmente a quem não gosta o que não é.”
O que você prefere ser feliz ou impressionar?
Precisamos é viver financeiramente equilibrados, ou seja, gastar sempre menos do que ganharmos para que possamos proporcionar uma melhor qualidade de vida a nós mesmos e, as pessoas que amamos.
Diversas são as aflições financeiras que vivemos ao longo de nossas vidas, sejam elas causadas por nós mesmos, por pessoas no qual convivemos e até mesmo por terceiros.
Precisamos identificar quais são esses problemas e como nos comportamos diante disto. Somente desta forma conseguiremos aos poucos agirmos de maneira mais tranquila e sem riscos com o nosso dinheiro.
Dinheiro não é o mais importante em nossas vidas, mas sabemos que ele é fundamental. No entanto, muitos dizem que tempo é dinheiro. TIME IS MONEY! Mas não, tempo NÃO é dinheiro, TEMPO É VIDA.